Rússia PROÍBE crueldade contra animais | Isso é bom?

Conforme o jornal The Moscow Times, Vladimir Putin assinou uma lei que PROÍBE briga de animais, zoológicos em shoppings, animais em bares e restaurantes e também PROÍBE 100% a MATANÇA de cães e gatos.

Assista ao vídeo, ou leia a transcrição abaixo.

Transcrição do vídeo:

Pois é, pessoal, parece que a ampliação do nosso círculo moral já infectou até mesmo os russos.

Conforme o jornal The Moscow Times, Vladimir Putin, o famoso autocrata russo, assinou uma lei que PROÍBE briga de animais, zoológicos em shoppings, animais em bares e restaurantes e também PROÍBE 100% a MATANÇA de cães e gatos.

Esse projeto de lei apareceu oito anos atrás e foi Aprovado agora no final de 2018. Conforme o Kremlin, que é a sede do governo russo em Moscou, essa lei de crueldade contra animais segue princípios humanitários e preza pela segurança humana no manuseio de animais.

A lei também diz que todos que possuem animais de estimação devem cuidar bem deles, sem nenhum tipo de violência, além de proibir animais exóticos em casas e apartamentos.

aqueles que compraram uns diabo da tazmania pra colocar de enfeite na sala de estar se f*

Uma coisa que tá causando furor é que a lei impõe regras estritas sobre a posse de animais de estimação. Por exemplo, autorização pra andar com cães apenas em áreas designadas, multando aquelas pessoas que, por algum acaso, não conseguirem pegar o animal caso ele saia da coleira ou fuja de controle. As raças potencialmente perigosas, que o Estado russo ainda vai definir quais sejam, devem estar sempre com coleira.

já aproveito aqui pra sugerir a colocação de coleira no Putin

Uma das críticas feitas a isso é que, considerando que foi uma lei que passou antes da virada do ano, as pessoas iriam sair na rua com seus cães e se tornariam fora-da-lei.

imagina que louco o cachorro fugindo e o dono correndo atrás dele com a polícia correndo atrás do dono…

Essa preocupação do governo russo com a vigilância sobre os cães provavelmente é derivada da fama que a Rússia tem de matar animais de rua.

Os vira-latas percorrem as ruas de muitas cidades e vilas russas, e isso incomoda as pessoas que querem ver uma cidade limpa, higienizada. Dai que muitos ataques contra esses animais de rua têm se tornado cada vez mais frequentes, com vigilantes de todo o país, por exemplo, atirando e administrando veneno pra matar esses animais.

Foi percebendo o problema cada vez mais alarmante que os ativistas dos direitos dos animais pediram medidas de controle humano de vira-latas, e o que conseguiram foram essas leis específicas pra controle de cães que podem acabar criminalizando donos irresponsáveis, até mesmo porque deixar o cachorro solto na rua é condená-lo à morte caso algum russo queira higienizar o espaço público dessa suposta “praga” que é o animal de rua.

imagina se a China e os Estados Unidos passam a considerar a Rússia uma praga, será que vai rolar uma limpeza aí? … Dúvidas…

Obviamente que a Rússia não tá dizendo que, se você deixar seu cão solto na rua, a culpa é sua caso ele seja morto por alguém. A lei também proíbe a matança desses cães de rua, e de animais de rua em geral, exigindo que eles sejam capturados fora da vista das crianças e registrados em câmeras pra acesso público, sendo colocados em abrigos pra adoção.

sempre bom lembrar que NÃO COMPRE, ADOTE! (y’

Bom, o que eu tenho a dizer sobre essa notícia é simples: trata-se de uma notícia maravilhosa!

Obviamente que é algo mais centrado em espécies animais geralmente domesticáveis, o que é limitante frente aos problemas que podem ser apontados na questão dos direitos dos animais.

De toda forma, é no mínimo de se comemorar que um projeto de lei em defesa dos animais, que tá há oito anos parado, consiga finalmente ser posto em prática. Não é como se o problema russo de morte de animais de rua fosse algo despercebido, que pudesse ser ignorado. Isso já é uma cultura bem instaurada na Rússia, que vem de anos e anos, e que só conseguimos ver comparada, aqui no Brasil, em cidades interioranas, onde as pessoas, geralmente pouco-instruídas, tratam animais de rua e mesmo dos vizinhos como parasitas que devem ser envenenados.

Aliás, aqui em casa passamos por algo parecido, minha irmã doou uma filhote prum amigo que mora numa cidade de interior, ele levou ela e em poucas semanas a cadela foi envenenada por vizinhos.

pensa no nojo que eu peguei

Embora esse assunto possa se resumir numa vitória legal em torno da consideração de direitos dos animais, esse assunto, de longe, tem diversas fundamentações e implicações éticas.

Na obra A Hora dos Direitos dos Animais, do professor de direito da universidade de Lisboa, Fernando Araújo, o autor português trata de tantas nuances quanto à animalidade comum entre seres humanos e animais, falando desde as fundamentações filosóficas mais longínquas até o que o Direito mesmo hoje em dia considera como seres semoventes, pra fazer a defesa de que, talvez, o Direito, enquanto área de estudo e de legitimação legal, seja o verdadeiro percursor de uma mentalidade em prol dos animais.

Claro, num primeiro momento se baseando em considerações filosóficas pra, depois, incentivar aberta e legalmente a sociedade como um todo a mudar seu comportamento frente aos animais, com as devidas restrições e incentivos legais — que é o que a gente tá vendo acontecer agora, na Rússia.

Mas melhor que falar da obra do professor Araújo, é bom trazer ele aqui no vídeo pra dar sua consideração.

Fernando Araújo dá seu depoimento. Transcrição indisponível (assista ao vídeo entre os minutos 6:20 e 8:27).

Enfim pessoal, quero saber o que vocês acham… Essa medida da Rússia de impor sanções legais a quem destratar os animais de rua, ou explorar animais exóticos, é uma boa? Faz sentido pra vocês?

E que tal a afirmação do professor Fernando Araújo? A animalidade humana é um bom critério pra justificar o foco menos na humanidade específica a nós, e mais na animalidade comum às diversas espécies, a fim de fundamentar os direitos… ou isso é um absurdo?

Deixem suas opiniões aí na caixa de comentários. Inscrevam-se no canal, ativem o sininho e vamos conversando.

Meu nome é Alysson Augusto, e se você quer me ver falando mais sobre questões relativas aos animais por aqui, considere me apoiar. Acesse padrim.com.br/alysson e escolha seu financiamento. Forte abraço.

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto