A inspiração provém de uma piração, de uma fuga do comum, de algo que, num primeiro momento, parece não fazer sentido, que parece não se adequar ao já estabelecido.

Inspirar-se é pirar e ser. É trazer à própria existência as aspirações de sua essência. É saltitar entre campos irregulares, aparentemente inférteis, e mesmo assim enxergar a possibilidade de embelezamento daquele lugar tão esquecido e sofrido. É fazer valer a própria exatidão de ser o que se é mesmo.

E é essa profusão de significações extraídas de uma única palavra que me inspira a escrever, interpretar e ver o mundo.

O que ins(pira) você?

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store