Não deixe a saudade bater

Planos, metas, objetivos e caminhos a serem traçados para alcançar a realização de seus projetos pessoais. Focamos, queremos e, com insistência, conquistamos. E, quando a demora para chegar onde se quer é evidente, dobramos, triplicamos os esforços.

Na busca pela perfeição pessoal, deixamos de olhar para os lados e perceber as pessoas à nossa volta.

Às vezes, na ânsia de sermos reconhecidos pelo que fazemos, esquecemos que o mais puro dos reconhecimentos é o afeto. Esquecemos de valorizar aquela pessoa que já temos ao lado, em busca da validação de outras — seja no âmbito profissional ou pessoal.

Queremos fazer algo de valor, e buscamos isso. Buscamos como quem busca realizar o mais pleno de seus sonhos. E, nessa investida extravagante de esforços, jogamos para escanteio o carinho que já temos: queremos mais, somos desejosos de mais afeto, mas confundimos afeto tão somente com reconhecimento.

Esqueça, por um segundo, o seu sucesso profissional, a sua carreira e as suas aspirações individuais. Separe um tempinho de seu dia a dia para valorizar e trocar bons momentos com aquelas pessoas que você ama, e que também te amam.

Antes de buscar reconhecimento, reconheça quem já te conhece. Reconheça quem já te valoriza, e te quer bem. Ame não só em sentimentos, mas em atitudes, aquelas pessoas que merecem um minutinho de sua atenção.

Não espere que seja tarde demais para que a saudade tome conta, e não tenha volta. Só depende de seu bom-senso.

Alysson Augusto

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto