Interessante tua história, imagino que tenha sido preciso superar algumas barreiras psicológicas para resolver se abrir assim pro mundo (embora sempre impere a sensação de que, na internet, não estejamos sendo de fato lidos).

Eu também compartilho de certa misantropia. Sou bastante isolado em comparação às pessoas que conheço, e também costumava apanhar na escola — mas não tanto quanto você, pelo visto, embora você tenha focado demais na violência que sofreu, sem destacar melhor as partes boas, o que dá impressão ao leitor de que tua vida é uma plena bosta.

A pergunta que te faço é sobre qual seria a relação entre ter apanhado tanto e começado a desprezar as pessoas, especialmente quando em bando, com o seu entendimento do que seja a esquerda. Quais os links que tu faz entre aquilo pelo que tu passou e o modus operandi de muitos ativistas?

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store