Como você, eu busco alguma certeza na vida. Busco um fundamento, uma base para pôr os pés sabendo que o solo é firme. Busco um caminhar que, embora incerto, tenha um objetivo. Uma luz, talvez distante, brilhando ao fim do túnel.

Busco, porque não tenho. Não tenho, porque com pouco não me contento. O que me falam, o que me ditam e o que pensam me provar não pode me acomodar. Não penso que eu deva abrir mão de minha consciência a favor de uma atraente crença que alivia a carga que é estar vivo.

E estou vivo. Sei, porque sinto. Mas não sinto por testemunho ou por uma breve percepção de mim mesmo neste mundo. Sinto por experimentar, em mesma intensidade, o ansiado prazer, bem como a tão repudiada dor.

Sinto porque sigo, persisto e persigo algum rumo. Quando buscamos solo, fundamento e terreno fértil, o que temos é uma sensação, um sentimento de que é possível. Falta certeza, falta clareza. Mas não falta horizonte, não falta utopia.

Basta a possibilidade. O resto? Bem, o resto depende de você pegar com vontade e fazer acontecer.

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store