“O amor tem dessas de fazer a gente acordar numa manhãzinha de quinta-feira para comprar batatas”, foi o que Jessé se pegou pensando enquanto colocava os coturnos pra não sujar os pés de lama. Paola estava grávida e acordou falando sobre como era bom quando Sônia, sua mãe falecida, preparava aquele purê sem sal. É que Jessé sempre teve um lado meio romântico; acordar seis horas antes do almoço para enfrentar o trânsito de sua cidade grande, pegar o trem e descer na estação daquela cidadezinha da região metropolitana, bem… Eram as batatas favoritas de Paola, exclusivas da famosa feirinha de orgânicos da cidade de sua mãe. Quase quatro horas de viagem, ida e volta, pelas nostálgicas batatas. “Um esforço amargo”, pensou Jessé. Um resultado doce. Agridoce.

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store