A preguiça e o avanço da humanidade

É engraçado às vezes pensar sobre as coisas e eventos que nos levaram até hoje, no aqui e agora, e perceber que, se tem algo em comum em cada avanço tecnológico, é o fator humano “preguiça”.

Nós trabalhamos e progredimos em função de não precisarmos mais trabalhar e progredir. Nós ansiamos um futuro no qual todas as conveniências possam convergir de forma que satisfaçam cada uma de nossas necessidades e aspirações. Nós queremos ter atendidos todos os nossos anseios para que, um dia, possamos nos sentir plenos e livres para fazermos o que quisermos. É por isso que progredimos e, embora possamos não gostar de nossas funções (boa parte dos assalariados gostaria de fazer outras coisas), ainda assim as executamos na esperança de que um dia não precisemos mais executá-las.

Em todos os lados, em todos os sentidos, há a preguiça humana. E por mais irônico que seja, é ela o grande agente inspirador que move a humanidade.

Mestrando em Filosofia (PUCRS). Produzo vídeos de divulgação filosófica no Youtube. Inscreva-se: http://youtube.com/alyssonaugusto

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store